Mejores portales de poker.

  1. Slot Juegos Tragamonedas: Esto siempre se indicará en el contexto del acuerdo de bonificación.
  2. Jugar Multifly Gratis - Registre una cuenta en cualquiera de los sitios de juego anteriores y tendrá derecho a un bono de depósito igualado gratuito de hasta una cierta cantidad de dinero.
  3. Juegos De Cartas En Casino: La inspiración detrás de esto es innegable desde el momento en que lees el nombre del juego.

Bingo 90 bolas full.

Casinos Virtuales Peru
Esta es la forma más rápida de obtener una gran ganancia de 1,000 monedas y ganancias garantizadas en 2 giros adicionales.
Como Ganar En La Ruleta Facilmente
Los jugadores obtienen un número de rondas o una suma en un período de tiempo específico.
También cuenta con numerosos protocolos para mantener seguras las cuentas y los datos de su base de jugadores, mientras que todos los juegos están sujetos a pruebas periódicas de imparcialidad.

Como ganar dinero apostando en linea.

Mejores Casinos De Paraguay
Si se registra en BetMGM NY hoy, puede reclamar el increíble bono de bienvenida.
Casino En Rancagua Chile
Al igual que en el caso de hacer depósitos, también se debe recordar la importancia de considerar el tiempo necesario para un proceso de retiro de dinero.
Jugar Gratis Sin Descargar Tragamonedas

Dispor-se para a vida comunitária em 2021
Pistas para a reflexão pessoal e como comunidade

Um novo ano, um novo momento de comunidade, uma nova etapa. Nosso desejo é ajudar-nos a viver com sentido. É na vida que se verifica o nosso seguimento ao Senhor, expressam nossas Constituições. São nossas atitudes e nossa forma de situar-nos que falam ou não de “vida segundo o Espírito”, se buscarmos “com desejo e humildade, em tudo amar e servir”.

O texto de Darío Molla sj “Horizontes de vida” é unicamente um meio para nos ajudar a refletir a respeito de nós mesmas e sobre a comunidade que queremos construir entre todas e, juntas, colocar os meios para viver com sentido e plenitude este hoje que nos corresponde viver.

Abrir livro

Oops! You forgot to select a pdf file.

Baixar livro
1. Ajudar
1. Ajudar: chave de integração

“Atreva-se a caminhar mesmo que seja descalço, a sorrir mesmo que não tenha motivos,ajudar os outros sem receber aplausos”. (O Pequeno Príncipe)


Como esta frase, a palavra “Ajudar” me leva e nos leva a percorrer um caminho descalço até o nosso próprio poço onde encontramos o manancial que nos habita. Atrever é uma decisão livre para reconhecer nossas fragilidades, das quais muitas vezes não gostamos em nós mesmos, porém quando o assumimos, nos faz sentir integrados para sorrir, amar e abraçar a vida com suas luzes e sombras. Essa mesma fragilidade assumida é o dom particular que
oferecemos aos demais.

É profundo quando ao longo da vida você caminha e percebe rostos, olhares, vozes, situações que geram atitudes de gratuidade, porque reconhece que os outros foram gratuitos contigo. Hoje onde estou inserida em um bairro da grande capital de Buenos Aires, o Senhor me presenteou um pincel e diversas cores para discernir, escutar a realidade de tantos vizinhos, jovens e crianças que necessitam da cor da esperança e que reconheçam a cor da transcendência dos que o ama. Diante das desigualdades econômicas, sociais que enfrentamos todos os dias, proclamamos com pequenos gestos estas palavras: “Anime-se”, “você pode”, “vamos caminhar juntos”, não está sozinho”, “somos chamados a viver criativamente e transformar a realidade”.

O ajudar transcende qualquer assistencialismo, supera o “poder de dar, que nos faz sentir superiores aos outros, é um estilo de vida, um caminho sem aplausos, inclusive sem pedir um “obrigado”, porque à medida em que ajudamos, o nosso manancial se enriquece de gratuidade, de humanidade e liberdade.

Pessoalmente: leia devagar o texto; destaque aquilo com o qual você se identifica mais e, à luz do que o texto expressa, pergunte-se:

  • O que faço para construir a comunidade?
  • A partir de onde eu o faço?
  • O que faço, faço-o a partir do “fazer” ou do “ajudar”?
  • Como posso ajudar mais, de modo que seja um “mais” de qualidade?
  • Como comunidade, que atitudes teríamos de potencializar entre todas, para viver com alegria e sentido nossa vida?
Como comunidade:
  • Pensando na comunidade, compartilhar os pontos do texto que nos ajudam mais.
  • Concretizar as atitudes que devemos potencializar entre todas, para viver com alegria e sentido nossa vida.
2. Agradecer
2. Agradecer: um aspecto de grande importância

Para mim, agradecer é acolher o amor entranhável de Deus e a vida tal como ela é. Agradecer é sentir-se abundante, ajuda na saúde física, mental e espiritual. Agradecer atrai as coisas boas da vida, porque é o contrário da raiva, da insatisfação e da reclamação. Agradecer é viver em uma oração contínua, naquela presença com o Senhor, onde falamos o que vamos vivendo, os acontecimentos de cada minuto, de cada instante.

Agradecemos ao Senhor por este presente, pelo seu amor sobre todas as coisas, pela saúde, pela doença (porque adoecer é uma boa escola de vida), pela relação fraterna e amizade. Agradecemos a Ele também por todos os dons, pelas limitações porque nos ajuda a crescer nos sucessos, nos fracassos, agradecemos por tudo nessa oração contínua.

Mas uma coisa muito importante é que a gratuidade, o agradecimento é uma atitude de vida, onde nos leva a louvar e bendizer a todos e todas em todo momento, inclusive aqueles que nos fere, que nos faz mal. Santo Inácio nos convida a agradecer nossa existência de criaturas amadas e presenteadas por Deus, é fazer memória de tanto bem recebido. Isso nos leva a brotar espontaneamente o que queremos viver: “em tudo amar e servir” que é uma maneira de agradecer.

Convido-vos a pedir ao Senhor esta atitude de vida que é “Agradecer”, e como agradecer é bendizer, o Pai que nos ama, o Filho que nos ensina o caminho e o Espírito que nos dá amor, alegria, sabedoria, paz e todos os dons, nos abençoe, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém

Pessoalmente: leia devagar o texto; destaque aquilo com o qual você se identifica mais e, à luz do que o texto expressa:

  • Agradeça pelas ajudas concretas que a vida da comunidade lhe proporciona.
  • Pense também sobre que impede você de agradecer, ou em que situações você acha difícil, e apresente isto ao Senhor.
Como comunidade:
  • Pensando na comunidade, compartilhar os pontos do texto que nos ajudam mais.
  • Expressar as ajudas que a comunidade proporciona a cada uma…
  • Fazer juntas um Salmo de ação de graças pelo que a comunidade nos possibilita.
3. Contemplar
3. Contemplar: contemplativas na vida

Se na contemplação inaciana, os primeiros preâmbulos ajudam a pessoa a se situar, os pontos a seguir, provocam diversos sentimentos: tristeza, mágoa, interrogações, medo, alegria, paz, que podem ou não nos aproximam de Deus.

Santo Inácio recomenda a presença de nossos sentidos físicos: tocar, olhar, escutar, degustar até os mínimos detalhes da história ou cena a contemplar.

A revisão da oração me leva a responder à seguinte pergunta: “Quais são os impactos dessa contemplação para a minha vida?

Esse questionamento me faz entender que ser contemplativa ao inaciano é viver a oração na vida cotidiana.

Como no P.F., entendo que somos criados para nos salvar e salvar o próximo. Contemplar me abre a um conhecimento profundo de Jesus, me aproxima, do meu dia a dia, da minha própria história, das histórias do mundo; tudo gera em mim outras atitudes vitais para maior serviço.

Quantas vezes, após contemplação, mudei meu projeto de vida?  É no colóquio que dialogo tudo isso com Jesus. A contemplação inaciana tem mudado meu ser , meu olhar,  minha maneira de escutar o outro e suas necessidades. Além disso, me sinto animada para ajudar, fortalecer e dar apoio aqueles que precisam de mim.  São várias as orações contemplativas que durante esses últimos anos iluminaram a minha vida cotidiana.

 No mesmo tempo que acompanho os exercitantes   que fazem o EVC durante esse tempo de Covid.19, experimento que cada vez, a contemplação diária me coloco numa relação diferente com as pessoas e até cheguei a modificar as minhas relações e decisões.

A contemplação segundo o método inaciano, alimenta cada dia minha vocação de seguimento a Jesus como religiosa da ordem da companhia de Maria.

Que Deus continue tornando-nos homens e mulheres contemplativos e ativos, para mais amar e servir a Deus Nosso senhor.

Pessoalmente: leia devagar o texto; destaque aquilo com o qual você se identifica mais e retome o que o texto expressa sobre “atitudes vitais que a contemplação potencializa”.

  • Que atitudes minhas me fazem pensar que sou contemplativa na ação?
  • Em que me interpela a reflexão sobre este parágrafo?
  • Quais os meios concretos que posso colocar em minha vida para viver contemplativamente?
Como comunidade:
  • Pensando na comunidade, compartilhar os pontos do texto que nos ajudam mais.
  • Concretizar os meios que podem ser ajuda para viver mais contemplativamente e com maior profundidade a convocação.
4. Escolher
4. Escolher

A experiência da escolha de Deus, que Santo Inácio de Loyola e Santa Joana de Lestonnac viveram em momentos-chave de suas vidas, continua a me marcar profundamente ao longo da minha história de seguimento de Jesus na Companhia de Maria, porque essas duas pessoas, embora tivessem outras opções em seus caminhos, eles escolheram: conhecer Jesus internamente, segui-lo, amá-lo e servi-lo, para a salvação de muitas pessoas que precisavam deles naquele tempo; o que fizeram junto com outros companheiros de caminho, dentro da Igreja.

Hoje continuo a experimentar profundamente que Deus me escolhe, envia-me para estar aqui, hoje e agora, neste contexto e neste lugar, para estar atento, próximo e sensível à realidade das crianças, dos jovens e das famílias. Continua a me exortar a não me entregar, mas a levantar todos os dias, dá-me o presente da saúde, do vigor e da decisão.

Hoje quero agradecer-vos o dom da escolha e do discernimento que me dá ao escolher a vida, escolher viver no meio de tanto sofrimento e morte que padece o nosso mundo. Ele continua a me levantar e a me apoiar, embora às vezes eu não sinta sua presença de forma sensível e o medo, a insegurança e a tristeza me invadam; Ele está ali e me motiva a continuar a escolhê-lo e renova minha opção por esse estilo de vida. Agradeço à minha comunidade, a Empresa Universal, ao Senhor que continua a nos apoiar com muito amor e força, para continuarmos neste caminho. Continuo pedindo a vocês, orações, para que possamos continuar fortes e com amor e assim dar esperança a quem mais precisa de nós.

Não há vida cristã sem escolher, sem tomar decisões que vão concretizando no dia a dia nosso desejo de seguir Jesus em comunidade, na Companhia.

Pessoalmente: depois de ler este parágrafo e destacar o que conecta mais com sua realidade, expresse:

  • O exame e discernimento cotidiano é algo habitual em mim?
  • Em que aspectos devo estar mais atenta para crescer como pessoa e para ajudar na construção da comunidade?
Como comunidade:
  • Pensando na comunidade, compartilhar os pontos do texto que nos ajudam mais.
  • Concretizar os aspectos em que devemos estar mais vigilantes e devemos cuidar, para que nossa vida fraterna seja de qualidade.
5. Resistir
5. Resistir

Resistir com minha experiência da espiritualidade inaciana, é a maneira de enfrentar os desafios que surgem em minha vida. Resistir exige uma atitude ativa, permanecendo com paciência, descobrindo a força que é a graça de sentir acompanhada e amparada por uma força maior que a minha, que reafirma que alguém me assegura em suas mãos.

Todos na vida passam por dificuldades, que são experiências às vezes caras, que podem ser difíceis de enfrentar e parecem maiores quando decidimos responder com fidelidade à vontade de Deus. Dificuldades que às vezes podem ser menores ou maiores, que criam em nós lutas e resistências, porém, sempre há algo que nos leva a ficar de pé, a permanecer diante da incerteza, porque prevalece o desejo sincero de amar e seguir Jesus. apesar de tudo, experiências que também nos ajudam a nos conhecermos e a descobrirmos as nossas próprias forças.

Saber resistir a descobrir a força em nós é um dom e uma graça, é o que nos leva a enfrentar os desafios e as dificuldades desde o momento em que nos deixamos, nos faz olhar um pouco mais longe para nos solidarizarmos com a realidade dos outros. Paciência é uma virtude, é também saber esperar o momento certo com uma atitude orante e confiante que nos encoraja do fundo do coração.

Hoje os convido a continuar aprendendo com nossos povos, que dia a dia resistem com esperança, ameaçados por múltiplos desafios, resistem às injustiças, às desigualdades, à falta de oportunidades, à violência, à corrupção; realidades que regem, oprimem e afogam os mais vulneráveis ​​de nossa sociedade, somos desafiados a descobrir em nós mesmos a força como dom do Espírito e como virtude característica da vida cristã, para poder ser ponte e canal para tantos outros e para espalhar nossa experiência com mais força.

«Resistir» leva-nos a falar da fortaleza, dom do Espírito e virtude característica da vida cristã em toda a história da espiritualidade.

Pessoalmente: depois de ler este parágrafo e destacar o que conecta mais com sua realidade, expresse:

  • Que luzes encontro para os desafios cotidianos?
  • Retomando a reflexão completa do texto: o que foi mais significativo e que me ajuda para o novo momento que iniciamos?
Como comunidade:
  • Pensando na comunidade, compartilhar os pontos do texto que nos ajudam mais.
  • Concretizar os aspectos que devemos cuidar, para que nossa vida de irmãs seja de qualidade.
  • Identificar os aspectos que podem ser concretizados no Projeto Apostólico Comunitário deste ano.