Neste mês de julho a Equipe Provincial esteve visitando as comunidades e obras da Companhia de Maria no Brasil. A trajetória foi iniciada com os EE do dia 02 ao 09.

Sentindo renovadas com a força do Espírito Santo, nos dias 10 e 11 se realizou a assembléia administrativa, foi um momento de partilha em grupo, por meio da conversação espiritual para depois dar continuidade com as informações que geram vida e ajudam a encontrar a Deus segundo o carisma entregado por cada uma das irmãs no dia a dia.

A visita continou na comunidade da N. S. da Visitação, (comunidade das nossas irmãs idosas) vivenciou-se um ambiente de acolhida, testemunha e vitalidade.

Além disso, visitaram o CESECOM e agradeceram pela missão que se realiza com as crianças e famílias.

Também foi muito importante a visita na ANECOM com a presença do nosso assessor de inversöes na Província, o sr Jaime Loayza, de Chile, que ajudou a enxergar outras possibilidades para seguir com a missão em cada lugar onde está presente a Companhia de Maria, entregando o carisma de salvação e estendendo a mão a partir da educação.

Logo a visita foi no Colégio COMPA SP, e no CEJOLE, que ajudou a palpar a realidade que se vive e os desafios que temos em cada contexto.

As seguintes comunidades visitadas foram: Lestonnac e Santa Joana, cada comunidade partilhou a vivência comunitária, os desafíos para o que resta do ano e o compromisso de viver o projeto comunitário em sintonia com o PAP.

Depois a Equipe foi até Almenara, à comunidade de N.S da Esperança, para escutar a cada irmã a partir da missão que cada uma realiza.

A Comunidade da N.S Aparecida do Rio de Janeiro abriram as portas às irmãs para uma partilha fraterna, podendo também sentir a missão de cada uma, assim como a vivencia linda de entender todas as tarefas apostólicas como uma única missão da comunidade. Tambem estiveram de vista na Comunidade do colégio do RJ, onde ficaram com a certeza que a obra é de Deus e que é Ele quem conduz.

Compartilhamos com vocês algumas fotos para juntas agradecer por tanto o que se nos confia.

Categories:

Tags:

No responses yet

Deixe um comentário