Em um esforço para promover a inclusão e o respeito às pessoas com deficiência, os alunos do primeiro ano do Instituto Compañía de María, em Buenos Aires, Argentina, participaram recentemente da segunda parte de uma oficina de conscientização. Nesta ocasião, o foco foi o “esporte adaptado”, em colaboração com o CILSA (Centro de Integración Libre y Solidaria) e a Defensoria do Povo.

A atividade decorreu nas instalações do instituto e procurou promover a avaliação das capacidades individuais e a empatia para com o outro. Os alunos tiveram a oportunidade de praticar esportes como futebol, torball e basquete adaptado, com o objetivo de compreender a importância de se colocar no lugar do outro e trabalhar em equipe.

Sob o lema “O desporto inclui-nos… une-nos”, os alunos demonstraram grande entusiasmo e empenho durante as atividades. Por meio de sua participação ativa em esportes adaptados, eles puderam experimentar em primeira mão os desafios e conquistas que as pessoas com deficiência enfrentam no esporte. Essa experiência permitiu que eles quebrassem preconceitos e gerassem uma maior consciência sobre a importância da inclusão em todos os aspectos da vida.

A colaboração entre o CILSA e a Defensoria Pública neste workshop reforça o compromisso conjunto de ambas as instituições na promoção dos direitos das pessoas com deficiência. Da mesma forma, espera-se que esta experiência inspire os alunos a continuar apoiando a inclusão em seu ambiente e a se tornarem agentes de mudança na sociedade.

A oficina de conscientização sobre esportes adaptados deixou uma marca duradoura nos alunos do Instituto Compañía de María, que agora têm uma maior compreensão e sensibilidade para com as pessoas com deficiência. Esses jovens levarão consigo os valores de inclusão e respeito à medida que continuarem seus estudos, contribuindo assim para a construção de um futuro mais inclusivo e equitativo para todos.

Categories:

Tags:

No responses yet

Deixe um comentário